Diana de Themyscira, Diana Prince, Mulher Maravilha, Deusa da Guerra, Membro fundador da Liga da Justiça. Quer conhecer um pouco mais a personagem? É só ler.

A- Ares

Um dos maiores vilões da Mulher Maravilha, e em algumas ocasiões, um de seus aliados. Seus planos geralmente entram em conflito, quando ele se alimenta do poder da Guerra, e ela deseja a pacificação mundial, o que enfraqueceria o poder do Deus. Na versão mais recente da heroína, em suas origens secretas, quando era uma criança, Diana treinou com Ares já que sua mãe era super protetora e a impedia de realizar muitas coisas, e viu em Ares um tutor para ensinar tudo que a menina deveria saber sobre a arte da Guerra e como se tornar uma guerreira como suas irmãs amazonas.

a

B- Braceletes da Submissão

Num tempo atrás, antes de Diana nascer, Hércules e seus homens foram até a Ilha Paraíso, com a missão secreta de roubar os Cinturões de Gaia (Cinturões do poder) pertencentes às amazonas. Quando eles conseguiram a confiança das amazonas, as saquearam durante a noite, mataram várias, incendiaram parte da vida e até mesmo chegaram a estuprar algumas. Para mostrar a superioridade masculina que acreditavam ter, acorrentaram as amazonas, e as pontas das correntes continham algo semelhante a braceletes, para que deixassem as mãos juntas tentando conter a grande força que elas tinham. Por causa desse episódio, a rainha Hipólita e seu conselho real, decidiram permanecer com os braceletes da submissão, como forma de lembrar o que aconteceu quando elas acreditaram nos homens, e como símbolo de que nunca deveriam cometer o mesmo erro novamente.

b

[nextpage]

C- Circe

A feiticeira de maior importância nas histórias do ícone feminino da DC Comics. Circe possui o poder e imortalidade da Deusa grega Hécate, a deusa traída que sempre busca vingança. Mediante uma profecia Olimpiana “Sob a morte da bruxa e o nascimento da bruxa, Hécate, por nome e escolha, irá repossuir sua alma”, que diz que Hécate iria renascer na Terra em outro corpo, Circe fica paranóica pois isso faria com que ela perdesse seus poderes e sua imortalidade. Com o nascimento da princesa Diana, que levava o mesmo nome da deusa Diana, uma das três deusas lunares, Circe começou a crer que a princesa de Themyscira poderia roubar o seu poder, e então desempenhou todo seu tempo e esforço para destruí-la. Circe foi responsável por duas das maiores sagas da Mulher Maravilha pós crise, que são Guerra dos Deuses e Ataque das Amazonas.

c

D- Deusa da Guerra

Após o Primogênito, primeiro filho de Zeus, voltar ao Olimpo e reivindicar seu lugar de direito para cumprir a profecia de que tudo aquilo lhe pertenceria, Diana, que havia recém descoberto que era uma Olimpiana, foi deter seu meio irmão para salvar o lar dos deuses gregos. Com um poder imensurável, a única forma de Diana por fim a loucura no Olimpo, foi por um golpe de oportunidade, usando uma lança que atravessava Ares para chegar ao coração do Primogênito. Ares entendeu a necessidade de Diana ter o acertado para parar o ataque do primogênito e a perdoou, porém, as consequências de matar um Deus, é ganhar o seu poder, então, Diana tornou-se a nova Deusa da Guerra do Olimpo.

d

[nextpage]

E- Etta Candy

Uma das melhores amigas de Diana no mundo do patriarcado. Junto com Julia Kapatellis, Etta foi uma das responsáveis a apresentar a Diana esse novo mundo e os seus costumes. Embora tivesse ciúmes de Diana pois era apaixonada no Coronel Steve Trevor, Etta se mantinha firme na amizade, estando sempre a disposição quando Diana precisava dela.

e

F- Feminismo

Mulher Maravilha é um ícone do feminismo. Embora sua criação tenha sido uma leve crítica ao feminismo extremista da época do final dos anos 30 e início dos anos 40, Diana, nas HQ’s foi um dos maiores exemplos de heroinas que lutavam pela igualdade, fosse ela de sexo, racial, econômica. Foi um símbolo de equidade e justiça, se tornando embaixadora Themysciriana da Paz, com sede da embaixada na cidade de Londres, Inglaterra.

f

[nextpage]

G- Grande Hera

Provavelmente uma das frases mais associadas a esse ícone, graças a animação Liga da Justiça. Mas, apesar do respeito de uma pela outra, a relação de ambas nem sempre foi amigável. Diana, era mais devota a mãe Gaia, deusa da Terra e Atena, deusa da inteligência. Diana e Hera já tiveram vários desentendimentos nas HQ’s, um deles quase resultou na destruição da Ilha Paraíso, quando Hera, com ciúmes da atenção que Zeus dava a Diana, resolveu acabar com as amazonas, que ela havia ajudado a criar, por causa de sua insegurança. Por um tempo foram grandes amigas, mas Diana nunca foi muito fiel a figura de Hera como sua divindade.

g

H- Hipólita

Mãe de Diana, rainha das Amazonas, Hipólita tem muita importância na cultura da heroina. Em sua principal versão, Hipólita esculpiu a estátua de um bebê no barro, e com o desejo de ter um filho, implorou as deusas que dessem vida ao bebê, e foi ouvida. Na versão mais recente, Hipólita fez a princesa acreditar que havia sido feita do barro, mas na verdade, Diana era fruto de um relacionamento extraconjugal de Zeus com a rainha das amazonas. Hipólita também foi portadora do título de Mulher Maravilha, e em uma saga que voltou no tempo para uma luta no passado com a Sociedade da Justiça da América, acabou alterando o tempo e se tornando a primeira Mulher Maravilha da história, lutando na Segunda Guerra Mundial. Por algum tempo, a Liga contou com duas Mulheres Maravilha, já que Hipólita se recusou a largar o título mesmo com a volta à ativa de Diana.

h

[nextpage]

I- Ilha Paraíso (Themyscira)

Lar das amazonas, Themyscira tem várias origens, e com essas origens, localizações e especificidades diferentes. Em algumas versões é uma Ilha Suspensa, fora do tempo e espaço, justificando o fato das amazonas não morrerem ou envelhecerem, em outras versões, estava no meio do triângulo das bermudas, escondida pelo espelho de Hera, que fazia com que ela ficasse oculta aos olhos mundanos, em outras versões, estava oculta, mas se alguém conseguisse chegar até lá, esqueceria tudo que viu assim que saísse da Ilha por causa de um encantamento mágico e mais outras versões variando de acordo com o gosto do escritor e época que era apresentada.

i

J- Jato invisível

Muitos o consideravam inútil nas histórias, mas sempre que apareceu, o jato invisível teve muita importância. Quando foi criado, na primeira versão apresentada da heroína, ele auxiliava ela no vôo, já que Diana não tinha a habilidade de voar, então ele era uma forma de locomoção dela. Posteriormente, em sua segunda versão, o jato foi um presente que Diana ganhou ao salvar uma civilização antiga. O jato era de uma tecnologia surpreendente, com inteligência artificial, era expansível e poderia tomar a forma que a princesa quisesse. O jato já foi o “Domo Maravilha”, em formato de uma espécie de castelo para a princesa, já foi usado como escudo, ampliador sônico, moto e até mesmo em um skate.

j

[nextpage]

K- Kal-El

Kal-El, Superman, Clark Kent. Em muitas versões, melhor amigo da princesa amazônica, em outras, namorado e até mesmo marido. Um romance que muitos adoram e outros odeiam, mas independente do gosto pessoal, Clark sempre foi uma pessoa mais do que importante na vida de Diana, como ela foi na dele. Um sempre estava ao lado do outro nos bons e nos maus momentos, ajudando mutuamente no crescimento, desenvolvimento e ligações de personagens.

k

L- Laço da Verdade

Uma das armas mais poderosas do universo DC. Originalmente feito com fragmentos do cinturão de ouro de Gaia, o laço faz com que quem seja enrolado nele, tenha a obrigação de dizer a verdade, e em algumas versões, tem poderes compulsórios, obrigando a pessoa a seguir a vontade do seu portador. Além de indestrutível, o laço é infinitamente expansível, podendo ficar do tamanho que o portador precisar. O laço, por ter benção do poder de Hestia, também pode incendiar as coisas com o fogo de Hestia. E um dos mais interessantes poderes do laço, é a habilidade dele, de poder fazer quem o segura, poder literalmente entrar e passear na cabeça de quem for preso por ele. E segundo a Mulher Leopardo, em uma das versões apresentadas, só havia duas maneiras de sair do laço da verdade, caso a Mulher Maravilha deixasse, ou caso ela morresse.

l

[nextpage]

M- Mulheres Maravilhas

Diana Prince não foi a única pessoa a usar esse manto. Como já citado anteriormente, sua mãe o usou por um período de tempo. Artemis, uma das amazonas egípicias de Bana Mighdall também foi uma Mulher Maravilha, enquanto Diana era apenas uma espécie de detetive pessoal, e durante o desaparecimento de Diana, Donna Troy, também chegou a usar sua versão do manto da heroína.

m

N – Novíssima Mulher Maravilha

Ao chegar na revista de número 600, a DC Comics voltou a numeração das revistas para a original, e desse ponto pra frente, apresentou uma versão da heroina conhecida como “Novíssima Mulher Maravilha”, uma das poucas vezes que ela aparece no título usando seu uniforme com calças, e o resultado foi espetacular!

n

[nextpage]

O -ONU

Em 21 de Outubro de 2016, Mulher Maravilha se tornou embaixadora da ONU para promover os direitos das mulheres, empoderamento de mulheres e meninas. Sendo conhecida como o maior ícone feminista e influenciadora dos quadrinhos, a nomeação foi mais que merecida.De acordo com a organização ela foi escolhida por ser símbolo de “paz, justiça e igualdade”.

o

P- Poderes

Mulher Maravilha tem uma vasta gama de poderes, dentre eles podemos citar vôo, super força, alta invulnerabilidade, alta resistência, super velocidade, resistência a magia, cura acelerada, reflexos aprimorados, resistência a controle mental, além de sua maestria em quase todas as armas brancas conhecidas e uma das melhores lutadoras corpo a corpo da editora.

p

[nextpage]

Q- Querida

Ela é uma das personagens mais queridas da editora, não apenas pelos fãs, mas pelos seus companheiros de equipe. Todos a consideram muito amigável, amorosa, gentil e justa, sendo inspiradora aos demais.

q

R- Rainha

Durante a morte da Rainha Hipólita, que foi petrificada durante uma saga dos Novos52, Diana, como única herdeira de sua mãe, teve que assumir o trono em seu lugar, se tornando a nova Rainha da Ilha Paraíso, comandante das amazonas, levando uma vida dividida, entre suas obrigações reais com a Ilha, seu compromisso com a Liga da Justiça, sua vida de Deusa da Guerra e sua vida civil.

r

[nextpage]

S- Steve Trevor

Popular namorado e posterior marido da Diana na época de 50, Steve sempre foi de extrema importância nas histórias da guerreira. Depois da Crise nas Infinitas Terras, eles não tiveram um romance, mas ele era um dos melhores e mais queridos amigos que ela tinha. Eles mantinham uma relação de irmãos, já que, o nome da princesa era em homenagem a mãe de Steve, que foi a primeira pessoa de fora a pisar na Ilha, e já chegou se sacrificando para salvar as amazonas que estavam sob ataque de monstros que saíam do portal do destino. Steve se casou com Etta, e na última reformulação dos Novos 52 e DC Rebirth, resolveram reatar o romance que havia ficado na pré crise, inserindo um passado entre os dois.

s

T- Thor

Durante um crossover entre Marvel e DC, Mulher Maravilha foi digna de levantar o Mjolnir, se tornando, temporariamente, a Thor.

t

[nextpage]

U – Universo

Certa época, Diana ficou perdida na galáxia, quando um plano de um inimigo de enganá-la e a mandar para fora da Terra para que morresse, deu certo, então ela virou uma pirata espacial, libertando pessoas que eram escravizadas por uma raça alienígena para trabalhar, e os derrotando posteriormente, conseguindo voltar a terra.

u

V – Vilões

Mulher Maravilha tem muitos vilões icônicos, os mais populares são Ares, Circe, Mulher Leopardo, Giganta, Magog, Cisne Prateado, Doutora Veneno, Magala e etc.

v

[nextpage]

W- William Moulton Marston

Criador da Mulher Maravilha, Marston era psicólogo, escritor de quadrinhos, teórico feminista e inventor. Também conhecido por criar o polígrafo, que usou como inspiração para criar o laço mágico, Marston se dedicou profundamente para criar o seu próprio herói. Ele disse que queria criar um herói que não agisse apenas com os punhos, mas que mudasse o mundo com o amor, e então sua esposa na época, Elizabeth Holloway Marston, sugeriu que esse personagem fosse uma mulher, e assim nasceu a Mulher Maravilha.

w

X- Xena

Mulher Maravilha foi a inspiração de diversos personagens por diversas mídias por muitos anos, mas certamente uma das maiores inspirações que ela rendeu foi a personagem Xena, tanto em parte da personalidade, como na aparência e ligação com a cultura grega. Até mesmo a DC Comics reconheceu essa semelhança e achou interessante fazer um crossover em quadrinhos com os personagens. A revista começou a ser escrita e desenhada, mas o projeto foi abandonado antes mesmo de iniciar. Uma outra curiosidade, foi que Lucy Lawless, atriz que deu vida à personagem Xena, na série de mesmo nome, foi a responsável pela dublagem da Mulher Maravilha na animação Liga da Justiça- A Nova Fronteira.

rs_634x1024-150414164933-634-lucy-lawless-lynda-carter-jw-41415

[nextpage]

Y- Yanick Paquette

Yanick fez uma recriação de sua versão da Mulher Maravilha, junto com Grant Morrison, dando a heroina uma origem mais instigante no recém lançado “Mulher Maravilha Terra 1”. Houveram muitas críticas ao ilustrador com relação as roupas e posições extremamente chamativas na personagem e semelhanças visuais com a atriz pornô Sasha Gray.

y

Z- Zeus

Na nova versão, pai biológico da Mulher Maravilha, sendo responsável pelo maior índice de poder apresentado pela personagem em sua nova versão, que é uma semi deusa, fruto de uma relação extraconjugal de Zeus com Hipólita, rainha das amazonas.

z